EU QUERO SER RICO

4 simples passos para alcançar a independência financeira

É complicado para seres humanos mudarem seus hábitos, mas no enriquecimento, os hábitos a serem mudados são mais simples do que no emagrecimento, e temos a nosso favor os juros compostos. Pode ser difícil acumular os primeiros milhares de reais, mas, quanto mais dinheiro, mais fácil fica acumular mais dinheiro.

Como a riqueza é produto dos juros sobre o que sobra no fim do mês e é poupado, o que podemos fazer para acumular mais capital?

  1. Ganhar mais
  2. Gastar menos
  3. Aumentar a taxa de juros que incide sobre nosso capital acumulado
  4. Aumentar o tempo que o capital fica acumulado, pois mais tempo significa mais juros

Ganhar mais não é fácil, mas à medida que acumulamos capital, vamos nos tornando menos escravos de contas e temos mais capital e tempo para investirmos em nós mesmos, em nossa formação, em novos negócios e podemos ganhar mais. De certa forma, esses também são juros compostos.

https://go.hotmart.com/V14476828C

Gastar menos é a parte mais fácil da equação. Mas ninguém precisa viver como um monge ou abrir mão de tudo. Há formas razoáveis e racionais de se gastar menos. O interessante, e que também é, de alguma forma, juros compostos, é que quanto mais você ganha e quanto mais capital tem acumulado, mais fácil é gastar menos, pois o gastar menos aqui é em relação ao que você ganha, ou seja, o importante é sobrar com a parte da fórmula (Ganhos – Gastos). Quanto mais você ganha, menos você tem de abrir mão para que sobre no fim do mês, além do outro lado fantástico do poupador: o capital que você acumula também produz renda e pode ser reaplicado, mais uma vez funcionando como juros compostos.

Aumentar a taxa de juros que incide sobre o capital acumulado é bem mais complexo. Quando você busca um retorno maior sobre o seu capital, e é aqui que muitos se perdem, o risco de perdas aumenta junto. Não existe mágica com dinheiro; os retornos sempre correspondem aos riscos. Apesar de aumentar a taxa de juros ser um fator que aumenta expressivamente o acúmulo de capital no longo prazo, não se deve buscar taxas acima da realidade pois isso inclui alto risco e possibilidade de perdas. Considerando o CDI, que é a taxa que os bancos pagam, qualquer coisa que se afaste muito para cima terá risco maior. Assim, devemos ficar com as taxas de juros normais praticadas pelos bancos, mas tendo atenção especial às taxas de administração e outros custos, que podem diminuir expressivamente o rendimento de nossas aplicações.

https://go.hotmart.com/V14476828C

Aumentar o tempo que o capital fica acumulado, pois mais tempo significa mais juros. Quando colocamos os juros em nossa fórmula, não incluímos o tempo para mantê-la simples, mas, quanto mais longo for o investimento, mais juros ele receberá. Como o objetivo de quem enriquece é acumular capital para viver e bem da renda que ele produz, apesar do tempo ser um fator importante, não o estaremos levando em consideração, pois você não precisa vender seus investimentos nem realizar lucros para ser rico e ter uma boa vida. No fim, o que queremos é viver bem e tranquilos da renda que nosso capital produz, sem ter de vender o principal. De qualquer forma, quanto mais tempo, mais juros e mais capital.

Fonte: Livro Eu quero ser rico: o passo a passo para a independência financeira (Bastter)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s